Morre Clarice Lispector. £Chega a Hora da Estrela

M orreu, aos 52 anos clarice lispector, uma das maiores cronistas e escritoras da literatura brasileira. clarice estava hospitalizada havia mais de um mês para se tratar de um câncer que, no fim da vida, atacou vários órgãos de seu corpo.

Ucraniana, clarice mudou-se para o brasil quando ainda era bebê. viveu a maior parte da vida no recife e dominou como poucos a nossa linguagem. ela veio de longe para recriar a literatura feminina – embora dificilmente feminista – no país.

Com seu estilo novo, de evidente deslumbramento pela pura sonoridade das palavras brasileiras, clarice influenciou praticamente todas as escritoras que vieram depois. sua narrativa, na qual entrelaçava harmonicamente conceitos metafísicos, se res e fatos do mais corriqueiro cotidiano, fez escola.

Clarice lispector começou a escrever contos no início da adolescência.

Seu primeiro livro perto do coração selvagem foi publicado em 1944, quando tinha 19 anos. antes de lançá-lo, já escrevia sua segunda obra, o lustre , que saiu em 1946. formou-se em direito, mas nunca investiu na carreira de advogada. dedicou-se mesmo ao jornalismo, tendo trabalhado inclusive no jornal do brasil , no início da década de 70. influenciada pela literatura de herman hesse, clarice buscava dar um tom dramático em suas histórias e, muitas vezes, trágico. era uma eterna solitária, uma eterna insatisfeita, em busca da perfeição a todo custo.

Seus livros mais vendidos foram a maçã no escuro e laços de família . sobre a maçã , ela declarou certa vez que a primeira versão tinha rendido 500 laudas. copiou o livro 11 vezes e, a cada vez que fazia uma cópia, entendia mais de sua obra, pois geralmente, no princípio, não compreendia bem o que queria dizer.

Amanhã: em 1948 – onu aprova declaração dos direitos do homem