Gabeira vai a São Paulo e retribui apoio recebido de Serra no Rio de Janeiro

Fábio Feldman, ex-candidato do PV ao gover no paulista, também r eforça a tr opa de choque

Duas lider anças r egionais do P ar - tido V er de (PV) f ormalizar am on - tem, em São P aulo , apoio à can - didatur a de J osé Serr a, do PSDB, à Pr esidência. O candidato derr otado ao go v erno do estado do Rio de J aneir o , F ernando Ga beir a, e o ter - ceir o colocado na eleição ao go - v erno de São P aulo , Fábio F eld - mann, encontr ar am-se ontem com Serr a e outr os caciques tucanos, co - mo o e x-pr esidente F ernando Hen - rique Car doso , par a firmar posições f a v oráv eis ao candidato . O apoio dos v er des f oi pessoal, já que o PV optou pela neutr a lidade e liber ou seus membr os par a apoiar em, in - di vidualmente, Dilma ou Serr a. Ex-membr o do PSDB, F eld - mann destacou car acterísticas de Serr a que o apr o ximam das causas do PV . – T r a balhamos juntos na As- sembleia Nacional Constituinte – lembr ou F eldman. – E quem tr a- balha e con vi v e com o Serr a, sa be que o Serr a é u m homem obs- tinado pelo bem. O candidato Ser- r a, desde a Constituinte, apoiou a inclusão de um capítulo sobr e meio ambiente, que ainda hoje é consider ado , depois de 20 anos, uma r eferência no m u ndo . Ga beir a, que r etribui o apoio r ece bido dos tucanos dur ante a campanha pelo go v erno do Rio , fez um br e v e discur so: – Uma das coisas que mais me f ascinam na pr oposta do Serr a é diz er que ele quer um go v e rno de unidade nacional. Numa eleição tão r a i v osa como essa, a pr oposta de um go v erno de unidade nacional é um coisa que soa como um elixir . Serr a comentou o apoio: – Não tem uma conotação so - mente eleitor al, embor a a questão eleitor al seja m uito importante. Mas tem uma conotação pr o g r a - mática, é a aliança pelo desen v ol - vimento sustentáv el no Br asil. Na minha vida pública dei e xemplos mar cantes de atuação nesse sen - tido , e com o P artido V er de nós temos m uito o que apr ender .