Dilma se diz pronta“para o que der e vier”

-->Petista não descar ta a possibilidade de um segundo tur no e enfatiza r ealizações de Lula-->A candidata do PT à Pr esi - dência, Dilma Rousseff , disse ontem, em P orto Aleg r e, que está “pr onta par a o que der e vier”, ao ser indagada sobr e a possibilidade de um segundo turno nas eleições. Na capital gaúc ha, ela participou do ba - tizado do neto . Na ocasião , dur snte entr e vis - ta, ela comentou o momento do de bate de quinta-feir a, na TV Globo , quando r espondeu aos risos da plateia sobr e uma de - clar ação sua a r espeito de con - tribuições de campanha. – As minhas doações são le - gais, se eles rir am é por que as deles não são . Eles, v ocês des - cubr am quem são – disse Dilma R o u s s e f f. A petista elo giou a decisão do Supr emo T ribunal F eder al (STF), que pôs fim à necessi - dade da apr esentação , por par - te do eleitor , de dois documen - tos na hor a do v oto e comentou sobr e um suposto telef onema entr e o ri v al tucano , J osé Serr a, e o ministr o do STF Gilmar Mendes – den unciado pelo jor - nal -->F olha de S.P aulo -->– o que poderia ter influnciado a de - cisão de Mendes (f a v oráv el aos dois documentos): - O jornal noticiou, apar eceu a f oto e eu não tenho pr o v as que houv e interferência. Dilma apr o v eitou o mês dedi- cado aos idosos par a citar pr o- g r amas feder ais que beneficiam esse setor . Segundo ela, os in v e s- timentos feder ais na distribuição de r emédios por meio do pr o g r a - ma F armácia P opular cr escer am de R$ 17,7 milhões em 2003 par a R$ 46 milhões, no caso especifico do tr atamento de osteopor ose. P ar a o mal de Alzheimer , a cifr a f oi de RS 8,1 milhões par a R$ 129 milhões no mesmo período , afir- mou a candidata.-->AV Ó -->– Dilma par ticipou, ontem, do batizado do neto, em Por to Alegr eRober to Stucker t Filho