As regrasna reta final

-->N e n h u m el ei t o r p o d e s e r p r es o, s a l v o em f l a g r a n t e. A m e s m a m e d i d a j á v a l e p a r a o s c a n d i d a t o s d e s d e o d i a 18-->T e r ç a-f e ir a, 28/09-->Ú l t i m o d i a d e p r o p ag an d a e l e i t o ral e x p l í c i t a, i n c l u i n d o d e b a t e s Ú l t i m o d i a p a r a c o n c e s s ã o d e 2 ª v i a d e t í t u l o d e e l e i t o r-->Quin t a- f e ir a, 30 / 0 9-->É p e rm i t i d a a m an i f e s t aç ã o i n d i v i d u al e s i l e n c i o s a d a p r e f e r ê n c i a do e l e i t o r po r pa r t i d o po l í t i c o , c o l i g a ç ã o o u c a n d i d a t o , pe l o u s o d e b a n d e i r a s, b r o c h e s, d í st i c o s e a d e s i v o s É p r o i b i d a a ag l o m e raç ã o d e p e s s o as p o r t an d o v e s t u á ri o p a d r on i z a d o, b a n d ei r a s , b r oc h e s , d í s t i c os e a d es i v os q u e ca r a ct e r i z e m m a n i f e s t a ç ã o co l e ti v a N o r e c i n t o d a s s e ç õ es el ei t o r a i s e j u n t a s a p u r a d or a s , s e r v i d or es d a J u s t i ç a el ei t o r a l , m e s á r i os e es c r u t i n a d or es n ã o p o d e m u s a r v e s t u á r i o o u p o r t ar o b j e t o s qu e c o n t e n h a m qu al qu e r p r o p ag an d a d e p a r t i d o , c o l i g a ç ã o ou c a n d i d a t o; o m e s m o p a r a os f i s c a i s p a r t i d á r i o s , q u e s ó po de m u s a r c r a c h á s c o m o n o me e a s i g l a do pa r t i d o o u c o l i g a ç ã o .-->D o m i n g o , 03/ 1 0 ( -->di a da e l e i ção -->)-->A s em a n a el ei t o r a l-->ELEIÇÕES 2010-->A par tir de terç a-feira, eleitor es só podem ser pr esos em flagrante. No dia 3, manifestaç ões coletivas estão proibidas-->Luiz Orlando Carneir o-->BRASÍLIA-->A partir desta terça-feir a – cin- co dias antes das eleições nacio- nais e até 48 hor as depois de seu encerr amento – nenhum eleitor poderá ser pr eso ou detido , salv o em flag r ante delito , ou em vir- tude de sentença condenatória por crime inafiançáv el, de acor do com o C ódigo Eleitor al. P or esta mesma gar antia já estão pr ote- gidos, desde o dia 18 (15 dias antes do pleito) os mais de 20 mil candidatos aos car gos de pr esi- dente da República, go v ernado- r es, senador es, deputados fede- r ais, estaduais e distritais (Dis- trito F eder al). De acor do com o calendário do T ribunal Superior Eleitor al, a próxima quinta-feir a é o último dia da pr opaganda e xplícita, com a suspensão da pr opaganda elei- tor al g r atuita no rádio e na te- le visão , e a pr oibição de comícios, r euniões públicas e da utilização de apar elhagem de sonorização fixa. Os de bates nos meios de co- m u nicação entr e candidatos es- tão também pr oibidos a partir de se xta-feir a, dia 1º de outubr o . Na semana passada, o T SE pr orr o gou até quinta-feir a o pr az o par a que os eleitor es possam ob- ter uma no v a via do título , sem o qual ficarão impedidos de v otar . Nestas eleições, passou a ser obri- gatória a apr esentação do título eleitor al, juntamente com outr o documento que contenha f oto g r a- fia do portador , como carteir a de identidade ou de motorista. No entanto , mais de 1 milhão de eleitor es de 60 m unicípios, dis- tribuídos por 23 estados, serão liber ados par a v otar após iden- tificados por suas impr essões di- gitais. Esse tipo de identificação – que de v erá incluir todas as seções eleitor ais do país, até 2018 – e xige um r ecadastr amento , a fim de que sejam colhidas as impr essões dos eleitor es inscritos. Os m unicípios onde os v otantes já serão iden- tificados pelo no v o sistema são pequenos, e situados, em sua g r ande maioria, no Nor deste (11 em Alagoas e no Rio Gr ande do Norte, quatr o em P ernambuco). Mas e m Minas Ger ais o no v o sis- tema v ai funcionar em quatr o c i- dades de eleitor ado r epr esenta- ti v o: São J oão Del-Rei (64 mil), P ará de Minas (56 mil), Cur v elo (52 mil) e P onte No v a (43 mil).-->Dia da eleiç ão-->De acor do com a r esolução es- pecífica do TSE (Res. 23.223/10), é permitida, no dia da eleição , “a manifestação indi vidual e silen- ciosa da pr eferência do eleitor por partido político , coligação ou candidato , r e v elada, e xclusi v a - mente, pelo uso de bandeir as, br oc hes, dísticos e adesi v os”. São pr oibidas as seguintes ma - nifestações e atitudes: até o tér - mino da v otação , a aglomer ação de pessoas “portando v estuário pa - dr onizado , bem c omo bandeir as, br oc hes, dísticos e adesi v os que ca - r acteriz em manifestação coleti v a ”; nas seções eleitor ais e juntas apu - r ador as, os ser v idor e s d a J u stiça eleitor a l, os mesários e e scrutina - dor es não podem usar v e stuário ou portar objetos que c ontenham qualquer pr opaganda de partido , coligação ou candidato; o mesmo par a o s fiscais partidários, que só podem usar cr ac hás com o nome e a sigla do partido ou coligação .-->Comér cio-->O comér cio pode funcionar no dia da eleição , com a r essalv a de que os esta belecimentos que a brir em “de v erão pr opor cionar as condições par a q ue seus fun- cionários possam e xer cer o dir ei- to/de v er do v oto”.