Em 2005, oposição “não sabia a força que eu tinha”

-->Na entr e vista ao portal T err a, o pr esidente Luiz Inácio Lula da Silv a deu a entender que, em sua opinião , seus ad v e r sários c hega- r am a pensar em derrubá-lo do poder em 2005, quando ocorr eu o escândalo do mensalão . Sem f alar as e xpr essões “golpe” ou até mes- mo “derrubar”, Lula disse que a oposição “não sa bia a f orça que eu tinha”: – Eu r euni o go v erno aqui e eu disse: “Olhe, v ocês fiquem aqui por que essa gente v ai me enfr en- tar é na rua”. Eu não sei se a intenção er a essa... não quer o tr a- tar isso de f orma, eu diria, pe- quena. Eu ac ho que eles não f o - r am mais adiante de medo de não sa ber o que iria acontecer – disse o p r esidente. – E ac ho que não f o r a m m ais adiante por que já ti- nham me desgastado demais.-->Caso Er enice-->Lula também a b or dou a q ues- tão da e x-ministr a da Casa Ci vil, Er enice Guerr a, que pediu de- missão do car go após denúncias v eiculadas na impr ensa sobr e um suposto tráfico de influência pr aticado por seu filho , Isr ael Guerr a. A pesar de diz er que o caso tem que ser in v estigado , Lula afirmou que Er enice “jo - gou f or a uma c hance e xtr aor - dinária de ser uma g r ande fun - cionária pública deste país”. – A pessoa pode me enganar um dia, mas a pessoa não en - gana todo m undo todo tempo – disse o pr esidente.