A Polícia Militar e o vazamento de acusações

O alto comando da Segurança do Rio de Janeiro se comportou oferecendo basicamente solidariedade ao comandante geral da PM.

O que não existe explicação é que se abra inquérito contra um comandante militar antes da conclusão da investigação. A vulnerabilidade do comando fica como carne esponjosa. 

O Jornal do Brasil confia, como sempre confiou, na grande Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. O que não podemos aceitar é que se vazem informações tão graves, que promovam a difamação pela mídia, e que as providências severas contra possíveis corruptos ainda não tenham sido tomadas.