Mercados operam em alta com expectativa de entendimento nos EUA

Mercado Agora – No momento, a maior parte dos mercados mundiais opera em alta, em meio a indícios de que os EUA estão mais próximos de superar seu impasse fiscal.

O presidente dos Estados Unidos Barack Obama, e seu vice, Joe Biden, têm encontro marcado com senadores democratas às 14h45 (de Brasília), na Casa Branca. Mais tarde, às 17h30, eles irão se reunir com lideranças e outros parlamentares republicanos no Congresso.Além da paralisação, eles devem discutir alternativas para elevação do teto da dívida, cujo prazo final está se aproximando.

Em termos de indicadores, os novos semanais de seguro desemprego vieram piores do que o esperado.

O número de trabalhadores norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego subiu 66 mil, para 374 mil, na semana até cinco de outubro, informou o Departamento de Trabalho dos EUA. O resultado ficou bem acima da previsão dos analistas, que esperavam 312 mil solicitações. O dado da semana anterior foi mantido em 308 mil pedidos.O aumento no número de solicitações foi atribuído à continuidade de problemas técnicos no Estado da Califórnia e à paralisação parcial do governo dos EUA.

No Brasil, o Copom confirmou as expectativas e elevou ontem a Selic em 0,5%, para 9,50% ao ano. O Comitê manteve, assim, o comunicado das três decisões anteriores. A primeira prévia do IGP-M de outubro mostrou taxa de inflação de 0,85%.

CENÁRIO CORPORATIVO

MAIORES ALTAS:

(B2W) BTOW3, +5%

 MAIOR QUEDA:

(Cosan) CSAN3, -3,5%