Bolsas continuam aguardando fim do impasse nos EUA

Mercado Agora – A continuidade do impasse orçamentário nos Estados Unidos e a proximidade do prazo para elevação do teto da dívida permanecem afetando as bolsas mundiais.Vale ressaltar que a Casa Branca confirmou para hoje, às 16 horas, o anúncio oficial de que a atual vice-presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, irá assumir o comando do Banco Central norte-americano ao final do mandato de Ben Bernanke, em janeiro de 2014. De acordo com o mercado, a nomeação de Yellen indica que dificilmente haverá mudanças bruscas na condução da política monetária vigente.

Na agenda econômica norte-americana, o único destaque fica por conta da ata reunião de setembro do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc), que surpreendeu os agentes financeiros ao manter os estímulos monetários no país.

Já na Europa, os dados sobre produção industrial alemã foram considerados positivos, enquanto no Reino Unido o indicador mostrou-se pior do que o esperado pelos economistas.

No momento , o Ibovespa negocia em queda de cerca de 0,3% próximo de 52.100 pontos. Já o dólar comercial opera em alta de R$2,21.

Hoje a agenda econômica no Brasil encontra-se carregada de eventos e indicadores relevantes. O destaque está reservado para o fim do dia, quando o Comitê de Política Monetária (Copom) anunciará sua decisão de política monetária. Os economistas aguardam uma elevação de 0,50 % elevando a taxa Selic para 9,50%.

Além disso, o IBGE divulgou nesta manhã o IPCA referente ao mês de setembro. De acordo com o indicador, a inflação avançou 0,35% na comparação mensal, situando-se em linha com a estimativa dos economistas e mostrando aceleração em relação à alta de 0,24% registrada no mês imediatamente anterior. Na comparação anual, o IPCA avançou 5,86%, menor nível desde dezembro de 2012.