Bolt vence 200 m rasos, comanda pódio jamaicano e vira "lenda" 

Um dos maiores velocistas de todos os tempos, o jamaicano Usain Bolt venceu, nesta quinta-feira, a final dos 200 m rasos dos Jogos de Londres 2012, com o tempo de 19s32, no Estádio Olímpico, tornando-se o primeiro homem da história a conquistar duas medalhas de ouro na prova. Nas palavras do próprio atleta, Bolt, agora sim, é "uma lenda".

Yohan Blake ainda tentou superar Bolt e correu lado a lado até os 150 m, mas foi superado nas passadas finais e ficou com a medalha de prata, com 19s44. Warren Weir completou o pódio jamaicano, ao cruzar a linha de chegada em 19s84.

Nesta edição dos Jogos, Bolt já havia alcançado a marca do americano Carl Lewis nos 100 m, com o bicampeonato. Agora, com dois títulos olímpicos nos 200 m, o jamaicano se iguala a Bärbel Wöckel, da Alemanha Oriental, que venceu em Montreal 1976 e Moscou 1980, e à jamaicana Veronica Campbell-Brown, medalhista de ouro em Atenas 2004 e Pequim 2008.

Depois de conquistar a medalha de ouro nos 100 m, no último domingo, com novo recorde olímpico da prova, 9s63, o jamaicano havia dito que estava muito próximo de se tornar um mito do esporte. "Estou a um passo (de me tornar uma lenda). Eu me sinto quase uma lenda, mas ainda preciso vencer os 200 m rasos", comentou o velocista na ocasião. Nesta quinta-feira, o último passo foi dado.

Além das provas individuais vencidas nesta Olimpíada, o jamaicano ainda tem a chance de conquistar seu terceiro bi, no revezamento 4x100 m que terá semifinal na sexta-feira e final no sábado, às 17h (de Brasília).