Técnico de Zanetti se emociona e cobra apoio "para toda a ginástica" 

Técnico de Arthur Zanetti, Marcos Goto espera que o ouro conquistado pelo primeiro medalhista na ginástica na história brasileira nos Jogos Olímpicos mude o cenário do esporte no País. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o técnico deu um depoimento emocionado logo após ver na North Greenwich Arena o pupilo marcar 15.900 pontos e garantir a primeira colocação na competição das argolas, nesta segunda-feira, na Olimpíada de Londres.

"Que esse apoio não venha só para nós, que venha para toda a ginástica e para todo o país", disse Goto, quando questionado sobre a possibilidade de, com o ouro garantido, Zanetti passar a ter mais apoio dos dirigentes nacionais para se dedicar ao esporte. 

O atleta, 22 anos, natural de São Caetano do Sul, consagrou-se ao ser o último a se apresentar na final das argolas. Sua pontuação deixou na segunda colocação o chinês Chen Yibing, atual campeão mundial e olímpico da modalidade. O asiático marcou 15.800 pontos, contra 15.733 do italiano Matteo Morandi, que garantiu a medalha de bronze.