'Jogo burro' de algozes americanas desafia Juliana/Larissa por final 

Após a eliminação precoce de Talita e Maria Elisa nas oitavas de final da Olimpíada de Londres, coube a Juliana e Larissa serem a esperança brasileira no torneio feminino de vôlei de praia. Na próxima terça-feira a dupla enfrentará as americanas Jennifer Kessy e April Ross, que eliminaram as tchecas Marketa Slukova e Kristyna Kolocova, algozes de Talita e Maria Elisa.

Estreantes nos Jogos Olímpicos, as americanas apostam naquilo que chamaram de "jogo burro" para surpreender e buscar suas medalhas na competição. Em entrevista à NBC, o técnico das atletas, Jeff Conover, disse que os resultados começaram a vir porque as jogadoras pararam de pensar e apenas atuaram com força.

Ross e Kessy estão juntas desde 2007 e não conseguiram vaga para a Olimpíada de Pequim. Em 2009, conseguiram o melhor resultado da carreira, um título que dificilmente foi esquecido por Juliana e Larissa. A dupla dos Estados Unidos conquistou o Campeonato Mundial em Stavanger, na Noruega, justamente em cima das brasileiras na final.

A possibilidade de ter uma revanche não passa pela cabeça das atletas do Brasil, que veem a partida como mais um passo para a medalha. "Aqui estamos encarando cada jogo como se fosse uma final. E essa semifinal é mais uma final na nossa vida. Vamos entrar com toda a garra como entramos nesse jogo", disse Juliana.

"Nós já temos oito anos de carreira, muitos títulos e muitas semifinais. Muitas finais jogadas já. Aqui é diferente. É uma Olimpíada. Mas vamos entrar com a mesma mentalidade. Pensando no jogo, pensando em mais uma final, mais uma batalha como estamos pensando em todos os jogos para chegar bem e conseguir a vitória", afirmou Larissa.