Esquiva Falcão dá show, atropela húngaro e garante medalha 

O brasileiro Esquiva Falcão deu um show contra o húngaro Zoltan Harcsa, na Arena Excel, pelas quartas de final da categoria até 75 kg, venceu por 14 a 10 e garantiu mais uma medalha ao Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres. Com a ida à semifinal, o atleta sul-americano já ganha pelo menos a condecoração de bronze, mas ainda brigará pelo ouro.

No primeiro round, Esquiva Falcão teve atuação soberba e empolgou o público ao demonstrar vontade desde o primeiro segundo. O brasileiro acuou o adversário e desferiu uma sequência de golpes animadora, que lhe renderam uma boa soma de pontos ao término da parcial: 6 a 2 para o sul-americano.

O segundo round continuou com domínio do brasileiro, mas com ligeira melhora do rival húngaro. Zoltan equilbrou o combate e quase venceu a etapa, mas Falcão reagiu e conseguiu vencer por 5 a 4, aumentando a diferença de pontos para cinco e embalando ainda mais.

A última parte do combate viu o húngaro reagir novamente e, mesmo tendo levado sequência de golpes que fez o árbitro quase abrir contagem contra ele, conseguir vencer por 4 a 3, resultado que deu o triunfo por 14 a 10 ao brasileiro e o classificou à decisão.

Agora, Falcão terá pela frente o britânico Anthony Ogogo, que bateu o alemão Stefan Hartel na luta anterior por 15 a 10. Caso vença, Esquiva se credencia a disputar um inédito ouro olímpico ao Brasil no boxe.