Comandados por Durant, EUA passeiam contra Argentina e mantêm 100% 

Como esperado, os Estados Unidos derrotaram a Argentina nesta segunda-feira e encerraram sua participação no Grupo A do basquete masculino com aproveitamento perfeito nos cinco jogos realizados na Arena de Basquete. Parelho no primeiro tempo, o duelo terminou com vitória fácil por 126 a 97 para os americanos. Sem chances de reação, os argentinos aparentaram irritação no final da partida.

O resultado deixa os americanos no primeiro lugar do Grupo A e confirma as previsões iniciais dos confrontos nas quartas de final. De um lado da chave, os invictos Estados Unidos enfrentam a Austrália, 4ª no Grupo B. Os argentinos ficaram na terceira posição e enfrentam o Brasil. Do outro, a Rússia pega a Lituânia, enquanto a França encara a Espanha. Os quatro jogos estão marcados para a próxima quarta-feira.

A Argentina complicou o primeiro tempo contra os Estados Unidos. Derrotada no quarto inaugural por 34 a 32 e vitoriosa no segundo por 27 a 26, a equipe sul-americana repetiu o que fez em um amistoso preparatório antes do início dos Jogos Olímpicos de Londres, dificultando para os americanos.

No terceiro quarto, porém, os comandados de Mike Krzyzewski conseguiram impor seu jogo e abrir uma vantagem confortável no marcador. Sem o armador titular Prigioni, os argentinos dependeram do jovem Campazzo, de apenas 1,79 m, para organizar a equipe em quadra. Kevin Durant, preciso em seus arremessos de três pontos, já se destacava como principal americano no jogo, com 28 pontos.

A Argentina chegou a equilibrar no último quarto, mas a vantagem construída no período anterior permitiu que os EUA tentassem jogadas de efeito, o que fez com que relaxassem na defesa, facilitando o trabalho dos sul-americanos.