Brasil garante piscina cheia à tarde

Thiago, Henrique e Leonardo passam à semifinal e se juntam ao finalista Cielo 

O Brasil terá quatro representantes na piscina do Centro Aquático de Londres na tarde desta quarta-feira (hora de Brasília). Além de Cesar Cielo, já classificado para a final dos 100m livre, Thiago Pereira, Henrique Rodrigues e Leonardo de Deus garantiram lugar nas semifinais de suas provas e voltarão a nadar para tentar nova classificação que os manterá na briga por medalhas.

Thiago Pereira e Henrique Rodrigues brilharam nas eliminatórias dos 200m medley e avançaram com o quinto e décimo tempos, respectivamente. Thiago foi o segundo colocado na quinta bateria do dia, com 1min58s31, e Henrique, o quarto na mesma série, com 1min59s37 – o americano Ryan Lochte ficou em primeiro lugar com 1min58s03. O húngaro Laszlo Cseh fez o melhor tempo das eliminatórias, com 1min57s20.

“Foi uma boa prova. Consegui o que eu queria, que era estar na semifinal. Antes de pensar em qualquer resultado, em medalha, tenho que passar as fases e hoje estava focado em me classificar. À tarde a cabeça vai estar voltada para entrar na final e aí é hora de ir com tudo e sair passando mal, como nos 400m”, brincou o nadador, que tem tentado evitar o clima de comemoração desde a conquista da medalha de prata nos 400m medley. “Estou bem tranquilo, na minha, porque a competição não acabou. Queria me concentrar nos 200m, que é a prova que me colocou aqui, e tempo para curtir depois não vai faltar. Muita gente pediu para ver a medalha mas ela nunca está comigo, está no quarto bem guardadinha. Mas tem sido legal a reação das pessoas, porque todo mundo sabe que muitas vezes fiquei no ‘quase’, então muita gente me dá parabéns. É mais uma motivação”.

Henrique Rodrigues atraiu os olhares do Centro Aquático ao liderar a série durante os primeiros dois estilos e garantiu que está longe de se contentar com a classificação à semifinal: quer entrar na briga por uma medalha na final desta quinta-feira, 02 de agosto.

“Foi uma estratégia minha passar os primeiros 100m bem e quebrar o gelo da primeira caída na água. Todo mundo já tinha nadado, menos eu. Então acho que foi uma maneira interessante de dar uma quebrada”, disse o nadador, mostrando confiança. “À tarde tem bastante detalhe para melhorar e com certeza dá para chegar na final e brigar por uma medalha. Me preparei bastante para isso e o resultado está vindo agora”.

Nos 200m costas, Leonardo de Deus encontrou a redenção depois da frustração de ficar fora das semifinais dos 200m borboleta, sua prova principal. O nadador ficou em quinto lugar em sua série com 1min58s22 e garantiu a 16ª vaga na semifinal da prova.

“Sei que posso nadar muito melhor e mais rápido do que isso, mas o importante é que me classifiquei e não posso ficar chateado com o resultado. Estou na semifinal e tenho outra chance de nadar melhor à tarde, o que já facilita muito, porque de manhã realmente tem sido bem difícil”, disse Leo, com ânimo novo depois da decepção nos 200m borboleta. “Saí bem chateado porque aquela era a prova que eu estava treinando mais e não me classifiquei nem para a semifinal. Não esperava aquele resultado, estava entre os dez melhores tempos do mundo. Mas sabia que eu ainda tinha os 200m pelo caminho e não podia abaixar a cabeça. Agora é fazer o feijão com arroz, não vou tentar nada de sushi e sashimi”, brincou.

Primeira brasileira a entrar na água, Daynara de Paula fez o 26º tempo das eliminatórias dos 100m livre (55s94) e deu adeus à competição olímpica. Mesmo sem uma vaga na semifinal da prova, a nadadora comemorou o desempenho nos Jogos de Londres 2012.

“Fiquei bem mais feliz hoje do que na primeira prova”, disse Daynara, que não avançou à semifinal dos 100m borboleta, sua principal prova. “Se a ordem tivesse sido inversa, talvez eu tivesse conseguido um resultado melhor. Mas essa não é a minha prova e estamos nos Jogos Olímpicos, então é claro que o nível é altíssimo e não dava para esperar mais do que isso”.