Mano vê Ralf como melhor marcador do Brasil, mas quer volantes completos 

Cobrado pela ausência do volante Ralf na convocação anunciada nesta segunda-feira para o amistoso contra a Suécia, no dia 15 de agosto, o técnico Mano Menezes disse que sua escolha está relacionada às características do jogador campeão pela Copa Libertadores com o Corinthians neste ano. Em sua avaliação, o volante precisaria aliar mais qualidades ofensivas ao seu eficiente jogo de marcação para ganhar espaço na Seleção.

"Já trabalhei com ele, eu o indiquei ao Corinthians, mas tenho as minhas avaliações e são claras as minhas escolhas sobre a posição. Ralf é talvez o maior marcador do Brasil, mas quero volantes que marquem e tenham características de sair para o jogo. E tenho buscado esse jogador um pouco mais completo", justificou.

Na lista apresentada nesta segunda-feira, Mano chamou Paulinho, outro volante corintiano. A dupla é considerada a melhor do Brasil, mas na Seleção ainda não jogou junta. Ralf chegou a ser convocado e enfrentou a Alemanha em agosto do último ano, mas depois só fez parte das convocações somente de jogadores que atuam no Brasil.

Os outros volantes lembrados por Mano são Sandro e Rômulo. Os dois estão com a Seleção Olímpica. Ramires também fará parte da lista, mas dificilmente jogará na posição em que fez dupla com Lucas Leiva no primeiro ano da era Mano Menezes. O treinador deve escalá-lo na posição em que ele tem atuado no Chelsea, aberto pela direita, quase como um meia-atacante.