Após "fatalidade", Maranhão quer superar susto para voltar à piscina

Após ser obrigada a desistir de competir na prova dos 400 m medley da Olimpíada de Londres na manhã deste sábado, no Centro Aquático por conta de um mal-estar que ocasionou uma queda e um corte no supercílio, a nadadora Joanna Maranhão agradeceu o carinho dos fãs pelo Twitter. A brasileira afirmou ainda que está confiante para participar das outras provas que está inscrita.

Além dos 400 m medley, prova que Maranhão ficou de fora, a nadadora ainda tem esperanças de competir nos 200 m medley, a partir desta segunda-feira, e dos 200 m borboleta, a partir desta terça-feira.

"Foi uma fatalidade, escorreguei cedo e levei um corte. Tenho 2 dias pra recuperar do susto, sarar o corte e competir. É isso que desejo e pra isso que estou orando", postou a atleta na rede social.

Maranhão disse ainda que vai aproveitar os próximos dias antes de sua estreia na Olimpíada para descansar e se concentrar nas próximas provas.

"Vou descansar o resto do dia, mais uma vez obrigada pelo carinho", afirmou Maranha, no microblog.

Na eliminatória para prova, a americana Elizabeth Beisel cravou o melhor tempo, com 4min31s68. A final será realizada ainda neste sábado, às 16h11 (de Brasília), no Centro Aquático.