Meninas da ginástica são recebidas em Londres com limusine rosa

A Seleção Brasileira feminina de ginástica artística foi recepcionada com uma grande surpresa nesta quarta-feira, em Londres, pouco depois de desembarcarem no Aeroporto de Heathrow. Na saída do local, ao invés do tradicional micro-ônibus, as meninas encontraram nada menos que duas limusines cor-de-rosa, carregadas com champanhe e equipadas com uma bandeira do Brasil, prontas para levá-las a Ipswich, onde a equipe fará a aclimatação antes da Olimpíada de 2012.

A ideia da surpresa foi de Andy Wood, treinador de ginástica renomado no Reino Unido e coordenador do Centro de Ginástica de Ipswich, onde a Seleção vai se instalar. Em conversa com o Terra, o simpático inglês de 51 anos explicou de onde tirou a inspiração para a novidade.

"Eu tive essa ideia porque já fiz isso uma vez, em uma competição universitária na Coreia do Sul, e as meninas acharam o máximo. Nenhuma das brasileiras sabe da surpresa. Acho que elas estão esperando um ônibus", divertiu-se Wood, que foi nomeado membro do Império Britânico pela Rainha Elizabeth II em 2010.

Ao avistarem as limusines esperando por elas, as meninas levaram um grande susto e comentaram que Andy sempre "apronta alguma". "Estou me sentindo a Chayene", brincou Bruna Leal. O treinador já conhecia as ginastas de competições anteriores, como evento-teste para os Jogos em janeiro deste ano, quando elas também se prepararam no ginásio de Ipswich.

"Conheço quase todas as garotas, incluindo a Jade Barbosa, que não vem desta vez. É uma pena", lamentou Wood. Sem Jade, cortada após um conflito envolvendo um patrocinador da Seleção, a equipe brasileira composta por Daniele Hypolito, Daiane dos Santos, Adrian Gomes, Bruna Leal, Ethiene Franco, Harumi de Freitas e Laís Souza faz a aclimatação em Ipswich e espera por dois cortes no dia 26 de julho, quando o time ficará fechado para a Olimpíada.