Após ser chamada de "vaca gorda", britânica atinge índice olímpico 

A halterofilista britânica Zoe Smith, de 17 anos, conseguiu vaga nos Jogos de Londres, na última quarta-feira, ao atingir o índice A no Campeonato Europeu da modalidade na Turquia, em que terminou como quarta colocada na categoria até 58 kg. A atleta, que no passado já foi chamada de "vaca gorda do levantamento de peso", levantou 92 kg no arranque e 116 kg no arremesso, registrando um total de 208 kg, acima dos 196 kg necessários para a classificação, conforme informa o site da equipe olímpica do Reino Unido.

Em 2010, Smith foi medalhista de bronze nos Jogos da Commonwealth, aos 16 anos. Pouco tempo depois, a Federação Britânica de Halterofilismo cortou o incentivo financeiro da atleta sob o argumento de que ela estaria acima do peso.

Em entrevista ao jornal The Guardian em dezembro de 2011, a britânica explicou que o caso logo repercutiu na imprensa, e ela foi rotulada, por um algum tempo, como "vaca gorda do levantamento de peso". A atleta acrescentou que, no começo, se sentiu um pouco insultada, mas depois passou a encarar com bom humor o ocorrido.

De acordo com outro periódico local, o The Sun, Smith afirmou que está "na Lua" por ter conseguido o índice A para a Olimpíada. A atleta também contou que espera melhorar seu rendimento nos próximos meses.