Como o streaming reviveu esportes tradicionais

As corridas de cavalo não deixaram de acontecer, mas agora mais pessoas podem vê-las

Pixabay
Credit...Pixabay

Um campo de bocha, uma hípica com pessoas bem-vestidas...essas imagens evocam, certamente, o passado, não é mesmo? Pois não necessariamente. Curiosamente, vivemos uma época em que alguns esportes antigos estão sendo redescobertos, e tudo isso por conta da acessibilidade.

Isso quer dizer, naturalmente, que a internet trouxe uma lufada nova de ar a jogos clássicos, muitos dos quais tinham que se conformar com um nicho específico de espectadores. Falar internet, na verdade, acaba sendo um tanto genérico – afinal, é um fenômeno relativamente novo, sendo que a web em si já tem seus bons 30 anos de uso popular; o responsável mesmo é o streaming.

Os sistemas de streaming, aliás, foram responsáveis por um boom de popularidade dos esports; fãs de todo mundo se conectam para ver os profissionais de jogos como League of Legends, World of Warcraft, CS:GO e vários outros. Mas é com os jogos antigos que, na verdade, mais nos surpreendemos com as novas possibilidades.

Mas quais esportes são esses que agora suscitam interesse por conta do streaming? E por que eles voltaram à moda? Vale a pena tentar entender.

Velhos jogos, novos públicos
Existem alguns esportes que as pessoas sequer sabem o quão velhos são. Claro que alguns estão no imaginário há muito tempo, como lutas, que são praticadas desde que a humanidade tem escrita, mas mesmo jogos com regras mais claras e envolvendo bolas, tacos e afins entram nessa lista.

A corrida de cavalos, por exemplo, é algo que é popular desde a Roma Antiga, quando as brigas competiam no Circus Maximus, e se mantiveram como uma diversão com ares aristocráticos ao longo dos séculos – e que agora estão disponíveis para todos pela internet, e sem precisar da roupa de gala.

As plataformas de apostas esportivas tiveram uma grande sacada ao colocar streamings ao vivo das corridas, disputas e competições. Assim para uma pessoa saber o que está acontecendo não precisa ir até o local ou consumir mídia especializada. O jogo está disponível, ao vivo, para quem criar uma conta. É importante salientar também que o Turfe é um dos esportes que ainda não parou neste ano.

A questão do acesso, portanto, traz um respiro para esses esportes, que podem chegar a um público mais diverso – em outros continentes até – e no caso das apostas online, fazer o meio do jogo girar dinheiro.

Outro jogo que está aí há milênios é o arremesso de dardos, que evoluiu e se subdividiu em jogos menores ao longo de séculos de Olimpíadas, e se mostrou forte à prova mais forte, que é a do tempo. Ainda um esporte olímpico, é também uma modalidade popular para os fãs, que podem ver tudo o que rola pela internet sem grande dificuldade.

O mesmo vale para esportes como hóquei, bocha e polo, todos antiquíssimos, e todos com fôlego renovado justamente por estarem disponíveis na internet e disponíveis para qualquer um que queira assistir, torcer e palpitar até.

Potencial da internet
O potencial da internet e, dentro dela, dos streamings em específico, é ilimitado. Se muita gente achava que ela serviria apenas para criar novas formas de esportes profissionais, como vemos todos os dias com os esports, se enganou; ele também serve para resgatar o que estava ficando para trás.

Não era incomum ver esportes antigos e mesmo populares encolhendo em torcida e interesse constantemente, dentro os quais vale destacar o baseball, e a internet e seus recursos ajudam a prevenir que isso aconteça. Com mais acessibilidade, mais potencial interesse e mais longe algo que antes se via preso num nicho pode atingir.