Natação garante 30 medalhas para o Brasil nos Jogos Mundiais Militares

Os atletas da natação brasileira garantiram 30 medalhas nos Jogos Mundiais Militares, com destaque para Gabriel Mangabeira, que conseguiu cinco ouros e uma prata. No total, a natação do Brasil somou 10 medalhas de ouro, 12 de prata e oito de bronze. Só ficou atrás da China, que alcançou 37 medalhas, sendo 18 de ouro.

Mangabeira venceu nos 50 metros e 100 metros borboleta, nos 50 metros e 100 metros costas e no 4x100  metros revezamento medley. E obteve a prata no 4x100 metros livre revezamento. 

“A gente treina para isso, para chegar aqui e ganhar medalha. Mas antes de pensar em medalha, tem que pensar em fazer uma boa prova. A medalha é só uma consequência”, disse Mangabeira.

Também foi destaque Diogo Yabe, com dois ouros nos 200 metros e 400 metros individual medley e uma prata no 4x100 metros livre revezamento. “A gente está aí dando o máximo no dia a dia e sabe que cumpriu o objetivo e as metas”, disse Yabe.

No feminino, Fabíola Molina contribuiu com cinco medalhas. Ela ganhou uma de ouro nos 100 metros costas e quatro pratas, nos 50 metros e 200 metros costas, 50 metros borboleta e 4x100 metrso medley revezamento. Para ela, a sensação foi a do dever cumprido. 

“Desde que ingressamos nas Forças Armadas, nosso grande objetivo era estar aqui, representando bem o Brasil e a seleção de natação foi muito bem. Eu estou super satisfeita com minha performance, apesar das minhas pratas serem todas por centésimos [de segundo]”.