JMJ: programação do papa em Guaratiba deve ser cancelada

Organização fez vistoria durante a manhã e chuva pode inviabilizar Vigília e Missa de Envio

Membros do comitê organizador local da Jornada Mundial da Juventude estão reunidos no início da tarde desta quinta-feira para definir o cancelamento da programação do papa Francisco em Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro. 

Eles fizeram uma vistoria técnica no local durante a manhã e verificaram que vai ser praticamente impossível evitar que haja excesso de lama no Campus Fidei, onde o Pontífice realizaria a Vigília no sábado à noite e a Missa de Envio na manhã de domingo. Chove sem parar desde terça-feira na cidade. 

A programação de Guaratiba, que começaria já na manhã de sábado com a peregrinação dos fiéis - uma caminhada de 13 km seria necessária para chegar ao Campus Fidei - acabaria sendo transferida para a praia de Copacabana, onde o papa Francisco realiza na noite desta quinta-feira a Missa de Acolhida e na sexta participa da Via Sacra. 

"A areia da praia seria a única alternativa em caso de cancelamento do evento de Guaratiba", confirmou o prefeito Eduardo Paes durante a entrega das chaves da cidade para o Pontífice durante a manhã.

A ideia da organização é ter uma posição definida por volta das 15h30, quando a Prefeitura programava apresentar o esquema de trânsito e funcionamento do órgão para o final de semana.