Eventos do papa em Guaratiba são transferidos para Copacabana

Devido á chuva que atinge o Rio, o Campus Fidei está com muita lama

O arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta, confirmou nesta quinta-feira que os eventos do papa previstos para este fim de semana em Guaratiba, na Zona Oeste, foram transferidos devido à chuva que castiga a cidade. A Vigília e a Missa de Envio no Campus Fidei serão realizados em Copacabana. O motivo são as condições do terreno, que ficou com muita lama após as chuvas.

Com a transferência dos eventos do fim de semana de Guaratiba para Copacabana, deve haver uma mudança de programação. Depois da abrir a vigília no sábado (27), a igreja pede que os peregrinos voltem para casa e não durmam na praia, já que não há estrutura montada para isso. Em Guaratiba, havia palco e estrutura de banheiros montados.

Membros do comitê organizador local da Jornada Mundial da Juventude estiveram reunidos no início da tarde para definir o cancelamento da programação do papa Francisco em Guaratiba. 

Eles fizeram uma vistoria técnica no local durante a manhã e verificaram que seria praticamente impossível evitar o excesso de lama no Campus Fidei, onde o Pontífice realizaria a Vigília no sábado à noite e a Missa de Envio na manhã de domingo. Chove sem parar desde terça-feira na cidade. 

A programação de Guaratiba, que começaria já na manhã de sábado com a peregrinação dos fiéis - uma caminhada de 13 km seria necessária para chegar ao Campus Fidei - acabou transferida para a praia de Copacabana, onde o papa Francisco realiza na noite desta quinta-feira a Missa de Acolhida e na sexta participa da Via Sacra. 

"A areia da praia seria a única alternativa em caso de cancelamento do evento de Guaratiba", afirmou o prefeito Eduardo Paes durante a entrega das chaves da cidade para o Pontífice durante a manhã.