Papa deixa Aparecida e retorna ao Rio

Após almoçar no Seminário Bom Jesus, em Aparecida, e descansar um pouco, o papa Francisco já pegou o helicóptero que o levará até São José dos Campos, onde embarcará de volta ao Rio de Janeiro.

No caminho, Francisco desceu do papamóvel e foi cumprimentar fiéis dos dois lados da avenida de acesso ao Seminário Bom Jesus.

Pela manhã, o papa celebrou missa em português no interior da Basílica do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Ele cumprimentou fiéis e religiosos no interior da Igreja e seguiu, por volta das 12h40, para a Tribuna Bento XVI, na parte externa do santuário. Com a imagem da santa padroeira, o papa fez o sinal da cruz, abençoando os fiéis. A bênção foi proferida em espanhol e Francisco pediu que os fiéis rezem por ele. Logo depois, o Pontífice se despediu afirmando que voltará em 2017.

Em 2017, o Santuário Nacional vai comemorar os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida e o papa foi convidado  a participar da celebração pelo arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno.

Ao chegar na tribuna, o papa pediu que rezem por ele: "Eu peço um favor, com jeitinho, rezem por mim. Necessito. Que Deus os abençoe e Nossa Senhora Aparecida cuide de vocês." Antes, ele havia perguntado, em espanhol, se uma mãe se esquece dos seus filhos, e com a imagem de Nossa Senhora Aparecida, deu uma bênção aos fiéis. Francisco iniciou fala em espanhol, pedindo desculpas por não falar "brasileiro".

Os devotos mais próximos do pontífice ficaram a cerca de 15 metros da tribuna, em uma área reservada com cadeiras. Entre esses fiéis que estavam nas cadeiras e os demais romeiros existia um cordão de isolamento feito por policiais e agentes de segurança. Nesse local, as pessoas estavam em pé e aglomeradas. A extensão de pessoas, partindo da tribuna, alcançava uma distância de cerca de um quilômetro. Elas acenaram com bandeirinhas enquanto entoaram cânticos católicos.