Fiéis formam filas à espera de senhas para assistir à missa em Aparecida

Desde a manhã de hoje (22), há filas nas principais áreas que dão acesso à basílica do Santuário de Nossa Senhora Aparecida. Nas filas, os fiéis esperam pela distribuição da senha (uma pulseira amarela) para a missa que será celebrada amanhã (23) pelo papa Francisco, às 10h30. As pulseiras serão distribuídas a partir das 5h de amanhã.

Apenas aqueles que estiverem usando a pulseira poderão entrar na basílica. No local, estarão disponíveis 15 mil lugares, todos sentados, mas apenas 12 mil serão destinados ao público. O bispo auxiliar de Aparecida, dom José Darcy, disse que cerca de 3 mil lugares serão reservados para religiosos, autoridades e integrantes da comitiva do Vaticano.

Em geral, a basílica comporta pelo menos 30 mil pessoas. Mas, para garantir o conforto, a organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) colocou cadeiras mais espaçosas, reduzindo o espaço.

Do lado de fora da basílica, os peregrinos poderão acompanhar a missa em telões. Pela programação, depois da cerimônia, Francisco dará, da Tribuna Bento XVI (localizada do lado de fora da basílica), uma bênção ao público.

Para garantir a segurança, estarão de prontidão aproximadamente 5 mil homens – das Forças Armadas, da Polícia Federal, da Polícia Civil, da Polícia Militar e da guarda municipal.

Localizada a 180 quilômetros de São Paulo, Aparecida é a única cidade, além do Rio de Janeiro, a receber a visita do papa Francisco. A viagem ao Brasil, para participar da 38ª Jornada Mundial da Juventude, é o primeiro compromisso do papa Francisco no exterior. Ele assumiu o pontificado em março, sucedendo Bento XVI, que renunciou ao  pontificado em fevereiro.