Presidentes da Argentina, do Panamá e do Chile vêm ao Brasil para JMJ

Os presidente Ricardo Martinelli, do Panamá, Cristina Kirchner, da Argentina, e Sebastián Piñera, do Chile, virão ao Rio de Janeiro para a Jornada Mundial da Juventude, que começa amanhã (23) e vai até o 28 deste mês, com a presença do papa Francisco. Piñera e Cristina Kirchner, assim como a presidente Dilma Rousseff, assistiram em março deste ano, em Roma, à missa que celebrou o início do pontificado de Francisco.

O papa chega hoje (22), por volta das 16h, na Base Aérea do Rio. Ele visitará também a cidade de Aparecida do Norte, em São Paulo.

Ainda hoje, a presidente Dilma Rousseff e várias autoridades, entre as quais o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes  receberão o papa Francisco no Palácio Guanabara, sede do governo do estado do Rio de Janeiro.

Francisco é o terceiro papa que visita o Brasil. Seus antecessores, os papas João Paulo II e Bento XVI, também estiveram no Brasil. João Paulo II visitou o país em quatro ocasiões e Bento XVI em uma.