Jornal do Brasil

A Sua Saúde - JBlog - Jornal do Brasil

Você Sabia que Alimentos Processados causam Doenças Cardiovasculares?

Macaque in the trees
ÀsuaSaúde (Foto: ÀsuaSaúde)

Os alimentos ultra processados, como batatas fritas, biscoitos ou fast-food, têm sido repetidamente ligados a resultados adversos na saúde.

Dois novos estudos da França e da Espanha, ambos publicados na quarta-feira no British Medical Journal, mostram que consumir comida processada tem sido associado ao aumento das doenças cardíacas e morte prematura.

Macaque in the trees
JBLOG (Foto: ÀsuaSaúde)

As descobertas seguem um estudo publicado no ano passado que liga alimentos ultra processados ao câncer.

Alimentos ultra processados são definidos como alimentos "de baixa qualidade nutricional e alta densidade energética".

O projeto espanhol da Universidad de Navarra, acompanhou dados dietéticos de quase 20.000 participantes ao longo de 15 anos, usando um questionário alimentar de 136 itens.

Macaque in the trees
JBLOG (Foto: ÀsuaSaúde)

Os pesquisadores espanhóis descobriram que aqueles que consumiram mais de quatro porções diárias de alimentos ultra processados tiveram um aumento de 62% no risco de mortalidade precoce.

Cada porção adicional de alimentos ultra processados, após quatro porções, aumentou as taxas de mortalidade em 18%.

Macaque in the trees
JBLOG (Foto: ÀsuaSaúde)

O estudo francês da NutriNet-Santé, que contou com voluntários que usaram o aplicativo de rastreamento de alimentos NutriNet, também mostrou resultados negativos para comedores freqüentes de alimentos ultra processados. Acompanhando o consumo de quase 100.000 pessoas de mais de 3.000 itens, os pesquisadores descobriram um aumento de 12% nas doenças cardiovasculares, 11% nas doenças cerebrovasculares, que podem resultar em acidentes vasculares cerebrais, e 13% nas doenças coronarianas.

Macaque in the trees
JBLOG (Foto: ÀsuaSaúde)

Comidas processadas geralmente possuem mais de 5 ingredientes e tem data de validade longa.

A conclusão dos dois estudos é simples: Coma menos alimentos processados e mais alimentos não processados para ter saúde.

Fonte:USAToday.