Leandro Mazzini: Informe JB

Sequestros disparam no Rio e recuam em SP

O número de seqüestros nas duas maiores cidades do país assusta. E o Rio de Janeiro supera São Paulo, tanto na capital quanto no estado, com quase o dobro de registros, segundo levantamento da coluna. No primeiro trimestre deste ano, o estado do Rio teve 28 sequestros - 26 relâmpagos e dois clássicos, aqueles com vítimas em cativeiro. De janeiro a março de 2010, o Rio registrou também 28 sequestros - quatro clássicos. Em São Paulo, no primeiro trimestre deste ano, foram 18 nas duas modalidades do crime, sete a menos que no mesmo período de 2010 (a Secretaria de Segurança paulista não distingue os tipos de seqüestro). Até março deste ano, nas capitais, cenário complicado para os cariocas: o Rio contabilizou 14 sequestros, sendo um em cativeiro; e São Paulo, sete – frente a 13 em 2010. 

Rio x SP

Ano passado, o estado do Rio registrou 95 sequestros no total, uma média de sete seqüestros por mês. No estado de São Paulo foram 73 casos (média de 6 por mês) - 23% a menos que no estado vizinho.

Campeões 

Os meses de 2010 que mais registraram seqüestros foram agosto (15), março (14) e junho (11).  Pode-se considerar esses períodos com um grande fluxo de turistas na cidade, por causa do Carnaval e das férias de julho.

Foco do crime

No primeiro trimestre deste ano, a capital e a região da grande São Paulo lideram a lista no estado, com sete registros em cada uma.

Rio x SP 2

No interior do Rio não houve sequestro registrado no primeiro trimestre. O mesmo cenário para o mesmo período de 2010. Já em SP, foram quatro este ano até março. E oito no primeiro trimestre de 2010.

Calmaria

Nas regiões paulistas de São José do Rio Preto e Presidente Prudente – juntas englobam 193 municípios – não foram registrados sequestros no ano de 2010.

Desafino

Duas versões correm o Rio sobre o prefeito Eduardo Paes e o cantor Paul McCartney. Numa extraoficial, mas com testemunhas, o ídolo barrou Paes na porta do camarim porque ele chegou 25 minutos atrasado do horário acordado. Mas, na versão oficial do prefeito, pela assessoria, ele esperou pelo cantor e foi recebido numa boa. Tá bom.

IPad 2

Quem comprou o IPad 1 a mais de R$ 2 mil está arrependido. O IPad 2, mais leve e com mais ferramentas, acaba de chegar ao Brasil a R$ 1.650, versão de 16G. 

BSB-Uruguai

De olho na grande demanda de brasilienses por voos internacionais, a Pluna inaugura em junho voo direto Brasília-Montevideo. Já foram feitas mais de 2 mil reservas.

Sabor do poder

O tradicional restaurante Piantella em Brasília, reduto de políticos, tem uma nova chef. É uma brasileira que trocou oito anos de Milão pela capital brasileira. Promete trocar o cardápio gradativamente, para não espantar os clientes mais tradicionais. 

$aúde hospitalar

O faturamento dos 43 hospitais que integram a Associação Nacional de Hospitais Privados (ANAHP) foi de R$ 7,5 bilhões em 2010, 16% a mais do que em 2009, quando a receita foi de R$ 6,5 bilhões. A entidade reúne as maiores instituições hospitalares do país.