Leandro Mazzini: Informe JB

Alencar quis disputar o Planalto em 2010

O ex-vice-presidente  da República José Alencar queria se candidatar ao Palácio do Planalto antes de o então presidente Lula escolher a ministra Dilma Rousseff para a sua sucessão. No final de 2009, embora já ciente da condição de pré-candidata de Dilma, Alencar falou para aliados mais próximos do PRB que seria candidato, mesmo combatendo o câncer. A calorosa receptividade do público em vários momentos o motivou. “Se Deus me deu saúde, é porque tenho uma missão”. Uma pesquisa nacional, um mês depois, no entanto, contendo o seu nome, o desestimulou. Alencar apareceu com apenas 10%. Um detalhe: ele nunca falou com Lula sobre o sonho da candidatura.

E aí?

Apesar do índice, aliados do PRB ainda tentaram convencer Alencar. Cantavam o trecho de música “E agora, José”. E ele, mineiro precavido, tratou de desfazer a expectativa com outro trecho: “Caminhando contra o vento, sem lenço, sem documento”.

Guerreiro

Alencar tinha extraído 14 tumores malignos quando decidiu candidatar-se à Presidência. 

Detalhes

Foi José Alencar quem deu o nome ao PRB (Partido Republicano Brasileiro), que acolheu políticos vindos do PL.

Vem mais

A Controladoria-Geral da União reforçou a parceria com a Polícia Federal em várias frentes de investigação de desvio de recursos públicos. Ontem, houve a Operação Mascotch, que desbaratou esquema criminoso que desviou recursos  destinados à aquisição de merenda escolar em Alagoas.

Vem mais 2

Vem aí operação grande contra sonegadores do INSS.

Prêmio SP

Autores que publicaram romances em 2010 têm até a segunda-feira, dia 4, para inscrever obras em uma das categorias do Prêmio São Paulo de Literatura. O governo de São Paulo distribuirá R$ 200 mil. Mais em: www.cultura.sp.gov.br.

Em alta

O Brasil deve atingir a meta de 1 milhão de empreendedores individuais. Até agora, já são 157.593 os empreendedores registrados este ano. No total, desde que entrou em vigor, o programa conta com 973.608 profissionais. 

Em alta 2

Artesãos são a maioria nesse segmento. O empreendedor individual é isento dos tributos federais (PIS, Cofins, IPI e CSLL) e está enquadrado no Simples Nacional. Além disso, passa a ter CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) e pode emitir nota fiscal.

Ouvindo tudo

O novo ouvidor-geral da União é o advogado José Eduardo Romão, formado na UFMG e mestre e doutor em direito público pela Universidade de Brasília.