Tecnologia de ponta, bicho!

Empreendimento atenderá a comunidade dos Macacos O investimento total será de mais de R$ 11 milhões: R$5 milhões para a revitalização do parque e a construção da nave, e os restantes R$ 6 milhões para a construção da Vila Olímpica, que será inaugurada primeiro, e cujas obras estavam paralisadas desde 2004, segundo Marco Antônio Almeida.

– O Parque estava totalmente abandonado e degradado – afirma presidente da RioUrbe. Com a retomada do projeto, a área, que hoje é um depósito de carros velhos, terá uma Vila Olímpica atenderá a 2.500 pessoas e oferecerá duas piscinas, pistas de caminhada, skate e atletismo, além de quadra poliesportiva e dois campos de futebol com grama sintética.

Carlos Tenório Queiroz, presidente da comunidade do Morro dos Macacos, última das 13 comunidades do Rio a receber uma Unidade de Polícia Pacificadora, espera que os moradores do morro tenham acesso à área do antigo Jardim Zoológico.

– Tudo o que for bom para a comunidade a gente apóia. Essa reforma vai valorizar a área de Vila Isabel. Mas vamos ver se a gente vai poder, mesmo, frequentar o parque depois de recuperado – afirmou o líder comunitário. Anfiteatro e leitura digitais A Nave do Conhecimento será construída num espaço de 350 m² e oferecerá cursos gratuitos, oficinas de capacitação digital e atividades int e ra t iva s .

A biblioteca digital oferecerá acesso à internet banda larga para consulta a revistas, livros e acervos de bibliotecas e instituições culturais do Brasil e do exterior.

O hall de acesso da Nave será uma área de exposições de arte eletrônica, se prolongando pela área externa, onde será construído o Anfiteatro Digital, de 50 metros quadrados.