Anna Ramalho

Mal-estar Nem bem começou a nova legislatura, e a senadora Marta Suplicy já ganhou o apelido de Miranda Priestly, aquela editora peste de O diabo veste Prada . E não foi pelo bem trajar, desta vez.

A madame abusou Não houve grife que salvasse os funcionários dos maus bofes da loura, que ocupa o gabinete que pertencia a Aloizio Mercadante. Enquanto a turma ainda preparava o local para abrigar a nova equipe, Marta adentrou o gabinete, sentou-se, passou a mão no telefone, fez várias ligações, mandou e desmandou.

Na passarela A solenidade da posse dos novos congressistas foi um desfile de bolsas, roupas e penteados. Houve quem achasse que estava na SPFW.

Tinha até chapéu na rampa do Congresso.

Quem será? A quantidade de botox e preenchimentos nas faces das Excelências chamava a atenção.

Uma delas, loura conhecidíssima, está tão retocada, mas tão retocada, que perdeu a matriz original. Por pouco não lhe dão posse invocando erro essencial de pessoa.

Siricutico No Senado, a mãe da senadora eleita Vanessa Grassiotim (PCdoB-AM) passou mal e foi atendida no serviço médico. Muita emoção.

Farra da hospedagem Os hotéis adoraram o dia da posse dos congressistas. Dos 18 mil leitos da capital, pelo menos 80% foram ocupados por parlamentares novatos, ainda sem moradia fixa, e seus familiares. A Câmara – sempre mãe gentil – pagará três dias de hotel para esta turma poder comparecer aos eventos paralelos à cerimônia de posse. DITANDO MODA – Diana Bolth e Renata Simões não perderam mais um dia de São Paulo Fashion Week.

As louras Aline Weber e Fer nanda Barbosa também mar caram pr esença Foi dada a largada No Senado, romarias de prefeitos – e não só de Alagoas – ao gabinete do senador e ex-presidente Fernando Collor. O entra e sai no anexo 1, onde Sarney e Collor, entre outros graúdos, têm gabinetes aumentou. Os elevadores, que já são lentos e precários, pioraram muito.

Mas não chegaram a jogar nenhum pedinte no poço.

Repeteco Ao que tudo indica, Collor deverá ser mais uma vez presidente da cobiçada Comissão de Infraestrutura da Casa. A decisão sai hoje.

Na estante Senador mais votado do país, o paulista Aloísio Nunes Ferreira (PSDB/SP) aproveitou o domingo para visitar o shopping Casa Park. Na livraria Cultura, comprou um livro do israelense Amos Oz.