Heloisa Tolipan

A Ghetz de Lucas O estilista Lucas Nascimento entrou no line-up do Fashion Rio há duas temporadas com sua peças de tricô e, no sábado, ele trouxe seus pontos sofisticados para a sala 3 do prédio da Bienal, estreando no comando da Ghetz – uma fábrica de tricô em Socorro (SP), que apostou no talento do mato-grossense.

“Estou nesse projeto há cinco meses. A Ghetz era uma empresa com produtos de alta qualidade, mas não tinha uma chancela. Acho importante uma empresa que tem estrutura apostar em um novo designer e, para mim, é uma grande responsabilidade. Todos os materiais que usamos são nacionais”, nos contou o estilista. Lucas investiu em uma silhueta quadrada, mas conhecendo o estilo da mulher brasileira, ajustou-a para deixar o tecido mais próximo do corpo. “Graças a uma extensa pesquisa de combinações de fios sintéticos e naturais, conseguimos deixar as formas quadradas com caimento e acabamento ótimos. Sem falar que as peças não amassam”. Se formos levar em conta o resultado mostrado na passarela, a pesquisa foi maravilhosa. Lucas trabalhou com preto, cinza, bege e cores primárias, azul escuro, vermelho e um pouco de amarelo. E mais uma vez surpreendeu com os efeitos tridimensionais que conseguiu dar ao tricô. Esperamos que essa parceria, à princípio de uma temporada só, tenha vida longa para enriquecer nossos olhos a cada estação. Em tempo: os calçados eram da Schutz, de Ale xandre Birman , e quem fez a ponte e apostou também nessa nova grife assinando a direção criativa foi Giovanni Bianco .