A hora e a vez de Lea T., £na passarela e na intimidade

Nesses 15 anos de SPFW diversos furacões passaram pelo prédio da Bienal durante a semana de moda paulistana: Naomi Campbell , Karolina Kurkova , Agyness Deyn e, claro, Gisele Bündchen ... Mas, na tarde de sábado, como bem brincou Janessa Camargo , durante uma entrevista para a MTV, uma transex conseguiu “tombar Gisele”. “Ah, para! Foi mesmo?”, indagou uma tímida Lea T. , a modelo mais bafônica do momento, musa dos desfiles da Givenchy ( by Ri cardo Tisci ), em Paris, e que, recentemente, beijou Kate Moss na capa da revista LOVE. “Sabe que foi uma delícia beijá-la?”. Passamos quase uma hora com Lea no backstage do primeiro desfile que ela fez em solo brasileiro, o de Alexandre Herchcovitch . Ela é brasileiríssima, filha do ex-jogador de futebol To ninho Cerezo , mas mora em Milão, quando não está dando entrevista para Oprah Winfrey . É o que ela já tem marcado para amanhã, quarta-feira, em Chicago.

Agora, vamos ao nosso bate-papo com esse doce de pessoa que ganhou uma chancela nas passarelas internacionais pelo jeito exótico e profissional: Sempre séria na passarela, é isso mesmo? – O Ricardo (Tisci) comenta que eu preciso descontrair mais os músculos da face, mas esse é o meu lado profissional e quero continuar assim. Uma vez, quando eu cheguei para fazer um editorial, em Milão, o cara me deu uma peruca loura e disse: “Vamos transformar você em uma menininha!”. Eu mandei na lata: “Então pega uma modelo estilo Barbie e faz o que você quiser com ela. Tchau!”.