Informe JB

Discrição e rigidez já marcam gestão de Dilma PARA QUEM, NO MEIO POLÍTICO e empresarial, tinha dúvidas de que Dilma Rousseff imprimiria sua marca sem a sombra do ex-presidente Lula, ela surpreende. A presidente tem imprimido discrição e tomado decisões fortes. Só 12 dias depois da posse deu a primeira coletiva, e rápida, após visitar cidades na serra do Rio. E só hoje, 13 dias após a primeira aparição, ela deve se pronunciar novamente, em evento no aniversário da capital São Paulo. E Dilma não passa mão em cabeça de aliado. Foi da presidente a decisão de demitir Pedro Abramovay da Secretaria Nacional de Política sobre Drogas, depois de uma entrevista em que ele fez anúncios de projetos sem consultar o ministro da Justiça e a própria presidente. Nunca antes na História deste país – como diria Lula – os ministros trabalham tão silenciosos. Caixa forte O TCU condenou Roberto Pereira Alves, ex-funcionário da CEF, a devolver R$ 2,4 milhões desviados por ele das contas de clientes das agências de Virgínia e Ouro Fino (MG).

Informe multimídia Acompanhe diariamente os boletins da coluna na RedeVida e na Rádio Digital News.

Copa A prefeitura do Rio alcançou 12.097 táxis fiscalizados, do total de 31.650. Dos verificados, só 2.059 foram reprovados. O número tem baixado a cada ano.

Copa 2 Brasília concluiu treinamento da maioria de seus taxistas Tiveram lições básicas de espanhol, inglês e história.

Justiça “agrária” Na sexta completam-se sete anos do crime: parentes das vítimas da chacina de Unaí fazem protesto em frente ao TJ de Minas. Nove foram denunciados, mas não houve julgamento.

Memória Numa emboscada foram assassinados quatro fiscais do Ministério do Trabalho. Tragédia animal O prefeito do Rio, Eduardo Paes, mandou recolher a tempo uma cartilha da Defesa Civil municipal que orientava moradores a abandonarem, com “água e comida”, seus bichos de estimação em caso de emergência contra chuvas.

Pobre do Borel “Esse absurdo já foi retirado. Felizmente, sua distribuição limitou-se ao Borel”, disse o prefeito, em e-mail enviado a uma amiga reclamante. Selva de pedra O mercado imobiliário aqueceu em São Paulo. Dados do Secovi-SP mostram venda de 3.270.

casas ou apartamentos só em novembro de 2010 – aumento de 7,8% em relação a outubro.

Selva de pedra 2 Vendas de novembro comparadas ao mesmo período de 2009 (2.611 unidades) registraram crescimento de 25,2%.

Limbo A situação só piora nos aeroportos. Até 13 de janeiro, foram registradas 1.834 reclamações de passageiros nos juizados especiais dos aeroportos – média de 141 por dia.

Aerorrodoviárias Santos Dumont (516), Brasília (472) e Guarulhos (407) lideram os registros. Atrasos e cancelamentos de voos, e salas de embarque lotadas são as reclamações mais frequentes.