Heloisa Tolipan

Em meio aos escombros, nos deparamos com saudade e as recordações de uma vida.

O corretor Peri Vassalo re colhia fotos da irmã, Salete , que morava com o marido, Josué , na casa 33 da Rua Cristina Ziede, no Centro de Friburgo. “Era uma casa de três andares, com piscina, churrasqueira e muro de contenção. Além do casal, morreram também o caseiro, a mulher dele, dois netos e um amigo que alugava um dos quartos”, contou. Peri lembrou ainda sobre uma vida que foi salva naquela noite de tragédia: “ Miriam , irmã do multinstrumentista Egberto Gismonti , estava na casa com minha irmã, mas a filha tinha esquecido a chave da garagem e pediu para a mãe voltar para casa e ajudá-la a abrir o portão.

Foi a sorte”. Até ontem, um corpo ainda não havia sido encontrado e Peri, incansável, acompanha as buscas.