Cheio de charme e de ideias bacanas

O Restô, em Ipanema, tem cardápio eclético indicado para almoços, jantares ou happy hour OK, eu implico com a “palavra” restô desde que um editor (paulista) cismava em usá-la como abreviação de restaurante, mas até que ela caiu bem ao batizar a casa moderninha aberta há um ano em Ipanema sob o comando de Tande Bittencourt. Lá, eles “diminuem” as porções, assim, você pode apenas beliscar com os amigos. Há também pratos maiores, e drinques bacanas. Ou seja, vale a visita para almoço, jantar ou para curtir um happy hour. Pa ra beliscar, indico as bruschettas variadas (R$ 13 ou R$ 46, seleção com quatro) e o champignon do Rei, champignons de Paris recheados com seu próprio creme e gratinados com parmesão (R$ 15). As “comidinhas” incluem o nhoquinho de batata baroa com molho mascarpone (R$ 19). Entre os pratos principais, o fantasia de pescador: filezinhos de linguado grelhados com creme de curry, camarões VGs para enfeitar sobre berço de chutney de tomate, com risoto de uvas com estragão e molho de camarão (R$ 52). E não deixe de experimentar a torta de limão, que vem com crosta de amêndoas, recheio de creme de limão, sorvete de baunilha e merengue queimado (R$ 17). Imperdível.

Repare na decoração criativa, que inclui luminárias feitas de raladores e escorredores de macarrão.