Pag. 34 - Heloisa Tolipan

Jujuba, bananada, pipoca, cupcake , brigadeiro e bala. No desfile de Alessa, anteontem, no Píer Mauá, não dava para saber se o mais gostoso era a a paisagem ou as estampas doces. Com o tema Doce lar , as modelos entraram na passarela debaixo de dois arco-íris, enquanto os convidados chegavam à sala de desfile tendo ao alcance da vista um arco-íris de verdade sobre a Baía de Guanabara, graças à chuva de Verão. “Nessa coleção eu quis homenagear o nosso lar, o Rio. A cartela de cores das coleções de Inverno têm de nos aquecer. Para esta estação, escolhi cores saborosas, como cereja, chocolate, creme e caramelo”, dizia a estilista. Na coleção, havia peças em pelúcia feitas pela estilista que, para quem olha de longe, parece viver em um mundo lúdico e quase infantil.

“Mais do que lúdica, a moda é uma pâtisserie , um doce sofisticado cheio de ingredientes e detalhes. Está vendo esta estampa de cupcakes ? Ela é toda granulada com canutilhos, bordados e miçangas. Não tinha como abrir uma confeitaria na passarela sem enfeitar os doces. Aqui, cada granulado é impecável”. Em meio a tantas jujubas, colares que facilmente passariam por balas aos olhos de qualquer formiguinha assinados por Francesca Romana Diana completavam a loja de doces de Alessa.

Na fila A, o blogueiro hype Bryan Boy (ele é filipino, mas mora em NY) assistia ao seu primeiro desfile em terras cariocas. Ele fotografou todos os looks e saiu encantado com os macacões desfilados. “Deu para ver que o forte dela é a estamparia, mas eu adorei os macacões e as peças cheias de paetês. Os macacões definitivamente foram o melhor do desfile.

Ah, também achei a entrada da estilista, no final, super divertida”, disse Bryan sobre a sempre saltitante Alessa. O blogueiro mal tinha posto os pés no Rio (ele chegou terça-feira de manhã) e já estava encantado com a cidade. Ansioso para ver também nossa moda mais relax. Willy Wonka mor reria de inveja.