Pag. 31 - Heloisa Tolipan

Tudo bem que a temporada de moda começou agora, mas achamos difícil aparecer fila A mais estrelada que a dos desfiles do Copa, anteontem. Além de Ron Wood, estavam lá a sempre elegante Bethy Lagardère , Christophe Bosc , presidente da Faith Connexion, grife francesa super hypada, Jason Herbert , manda-chuva do Fashion Rocks, e Michael Roberts , editor de moda da Vanity Fair . Em sua primeira passagem pelo Brasil, Christophe chegou pronto para admirar a moda brasileira depois de umas aulinhas sobre as marcas nacionais com amigos e já pôde eleger um ponto forte do nosso mercado: a mistura de povos e costumes que enriquece a cultura e a moda brasileira.

Sem falar nas nossas mulheres super sexy que caminham no calçadão e estampam centenas de campanhas mundo afora. A preferida dele? “ Gisele, only Gisele ”. Bem pertinho da entrada da passarela, Patricia Travassos não cansava de elogiar a amiga-xará. “Ninguém acredita, mas a gente se conheceu na loja dela, quando eu fui fazer compras, e a amizade foi crescendo.

Hoje, a Patricia é uma pessoa muito presente na minha vida”. Julia Almeida se unia ao coro, “o que a Patricia consegue fazer com o couro, transformar em jeans, em renda, é coisa de artista. Só ela consegue. E o Miele? Ah, eu sou fã e desde que fui a um desfile dele em Nova York, me apaixonei”. Como a comandante do Fashion Business, Eloysa Simão , bem disse, “essa semana começou com a cara do lifes tyle carioca. Essa mistura gostosa, a gente só vê aqui. Tem até o guitarrista dos Rolling Stones na primeira fila!” E para compor ainda mais o caldeirão diversificado de olhares que compuseram a fila A do Copacabana Palace, a presença do fotógrafo e maquiador Fernando Torquatto , que correu para prestigiar, de pertinho, o trabalho da amiga Patricia Viera. “Tenho uma admiração enorme pelo trabalho de ambos, mas, com Patricia, tenho uma relação especial. Uma vez fui fazer uma sessão de fotos para ela e a perguntei por que não fazia roupas para homens.

Dias depois, ela me mandou uma camisa exclusiva de presente. Acho que isso mostra bem que lado afetivo de Patricia e o quanto ela gosta do que faz.

Por essas e outras, tem a elegância em sua essência”, nos contou Fernando.