Festival de Jazz de Punta del Este (3 a 6 de janeiro)

O criador, produtor e curador do Festival Internacional de Jazz de Punta del Este, Francisco Yobino – sempre com o apoio do “padrinho” Paquito D'Rivera – acaba de confirmar a programação do 17º ano desse encontro de músicos do primeiro time e jazzófilos exigentes que terá lugar, mais uma vez, na Finca El Sosiego de Punta Ballena, entre os próximos dias 3 e 6 de janeiro. Para quem não sabe, a charmosa festa do jazz no Uruguai é ao ar livre, na área rural onde se localiza a Fazenda Lapataia, famosa por suas vacas, seu leite e o melhor doce de leite daquele país.

As estrelas mais cintilantes do festival são – além do saxofonista alto e clarinetista extraordinário D'Rivera, 64 anos, nascido em Cuba, mas cidadão americano desde 1987 – os também saxofonistas Gary Smulyan (barítono), Grant Stewart (tenor) e Jesse Davis (alto); os pianistas Mike LeDonne e David Hazeltine; os trompetistas Terell Stafford, Joe Magnerelli e Diego Urcola. Na representação brasileira, destacam-se o trio e o quinteto de dois músicos bem mais jovens (35 anos), mas de “notável saber” jazzístico: o pianista David Feldman e o guitarrista Chico Pinheiro.

No site do Festival de Punta del Este, Francisco Yobino ressalta que a sua “aposta”, desde o início, sempre teve em mente – mais do que o seu gosto pessoal por um tipo de música - “uma eleição também fundada no convencimento dos valores culturais em que se baseia esse gênero musical nascido, há mais de 100 anos, no Sul dos Estados Unidos, e logo consolidado, no transcorrer do século XX, como uma verdadeira linguagem universal capaz de fundir-se com as mais diversas músicas”. 

O festival começa no dia 3 de janeiro, uma quinta-feira, com a “Noite do Brasil” e os Mercosul All Stars. O trio de David Feldman é integrado por Marcio Bahia (bateria) e Guto Wirlti (baixo) – o mesmo conjunto que lá fez muito sucesso, em janeiro último; o guitarrista Chico Pinheiro, logo depois, lidera um quinteto com Luciana Alves (voz), Tiago Costa (piano), Paulo Paulelli (baixo) e Edu Ribeiro (bateria).

Na parte final da noite de abertura, Feldman e Pinheiro continuam no palco como “estrelas” dos All Stars do Mercosul, ao lado dos argentinos Diego Urcola (trompete) e Pipi Piazzolla (bateria), e dos uruguaios Popo Romano (baixo) e Nicolás Mora (guitarra). 

Na sexta-feira, dia 4, as atrações são as seguintes: “O jazz se encontra com os clássicos”, um “set” do quinteto de Paquito D'Rivera, formado por Urcola, Alex Brown (piano), Eric Doob (bateria) e Zachary Brown (baixo); “Tributo a Pepper Adams e Gerry Mulligan”, com foco no sax barítono de Gary Smulyan, à frente do seu quarteto com Mike LeDonne (piano), Joe Farnsworth (bateria) e John Webber (baixo), mais Joe Magnarelli (trompete) como convidado.

No programa do dia 5 de janeiro (sábado), o trio de David Hazeltine (Nat Reeves, baixo; Jason Brown, bateria) apresenta-se com os saxofonistas Grant Stewart e Jesse Davis, seguindo-se um “Tributo a Clifford Brown” (os trompetistas Terell Stafford, Joe Magnarelli e Urcola sustentados pelo trio de Mike LeDonne).

No último dia do Festival de Punta del Este, o trio do pianista Alex Brown - “new star” de 23 anos, “protegé” de Paquito D'Rivera – abre o programa, cujo ponto alto é um “Tributo a Charlie Parker”, prestado pelos saxofonistas D'Rivera, Smulyan, Jesse Davis, Grant Stewart, com a participação do trompetista Terell Stafford.