Presidente do Zimbábue pede solução pacífica para crise eleitoral

O presidente do Zimbábue, Emmerson Mnangagwa, pediu nesta quinta-feira uma solução pacífica para as divergências com a a oposição, um dia depois da repressão de um protesto que terminou com pelo menos três mortos.

"É mais importante do que nunca que demonstremos união e nos comprometamos a solucionar nossas diferenças pacificamente e dentro da lei", declarou Mnangagwa.

"Estamos em contato com Nelson Chamisa (o líder da oposição) para debater como desativar a situação", completou o presidente no Twitter.