EUA avalia elevar tarifas sobre bens chineses a 25%, a US$ 200 bi

Os Estados Unidos podem ampliar suas tarifas sobre importações chinesas, alcançando 200 bilhões de dólares, numa tentativa de pressionar Pequim a reformar suas práticas comerciais, anunciaram autoridades americanas nesta quarta-feira (1).

O presidente Donald Trump pediu para o representante comercial americano (USTR) avaliar a elevação das tarifas propostas a 25% - contra 10% anunciados antes -, afirmaram funcionários de alto escalão, confirmando reportagens publicadas mais cedo.

Os funcionários do governo culparam a "recusa obstrutiva (da China) de trabalhar conosco e cooperar" para resolver as questões dos Estados Unidos, mas minimizaram especulações de que o objetivo deste movimento é compensar a fraqueza da moeda chinesa.

dg/hs/ll