Atentado do EI no Tadjiquistão mata quatro turistas

Quatro turistas - dos Estados Unidos, Suíça e Holanda - morreram no domingo no Tadjiquistão em um ataque de homens armados que foi inicialmente anunciado como um atropelamento acidental, nas foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

"Examinamos todas as pistas", afirmou o ministro do Interior, Ramazon Hamro Rahimzoda.

O ministro informou que os agressores "tinham facas e armas de fogo".

Um suspeito foi detido e dois foram mortos no domingo durante uma operação da polícia.

O grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque, informou o grupo de monitoramento SITE.

Em comunicado publicado nesta segunda (30), o EI informou que "um destacamento de soldados do califado" autoproclamado conduziu o ataque contra "cidadãos de países da coalizão de cruzados", segundo o SITE, grupo especializado na vigilância das redes extremistas.

ab-cr-pop/gmo/acc/fp/mvv