Polícia detém suspeito de causar incêndio florestal na Espanha

A Guarda Civil espanhola anunciou nesta quinta-feira a prisão de um homem suspeito de ter causado em agosto de 2017 um incêndio florestal que consumiu 9.000 hectares e desabrigou dezenas de pessoas em León (norte).

O homem, de 55 anos e que não teve o nome revelado, é suispeito de ter causado deliberadamente o fogo, que só foi extinto em setembro.

O suspeito, que mora em Madri, enfrenta uma pena de até cinco anos de prisão por delito de incêndio florestal.

ds/du/mb/cn