Áustria investiga agressão contra homem que usava quipá

Um homem de 24 anos foi preso nesta quinta-feira (19) em Viena por supostamente ter agredido duas pessoas, uma das quais usava um quipá, pelo que abriram uma investigação para determinar se existiu um motivo antissemita, informaram as autoridade austríacas.

A polícia de Viena indicou em um primeiro momento pelo Twitter que as vítimas haviam sido agredidas "ao acaso" na rua por um homem desarmado que atacou primeiro uma mulher de 37 anos, antes de fazer o mesmo com um homem que usava um quipá.

As autoridades austríacas detalharam que o Escritório Regional para a Proteção da Constituição e a Luta contra o Terrorismo foram interpelados para tentar determinar o motivo do suposto agressor.

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, confirmou em um tuíte que "as autoridades competentes estão analisando um possível contexto antissemita".

smk/fjb/jvb/cb