Sobe para dois os mortos na igreja sitiada na Nicarágua

Dois manifestantes morreram em um ataque das forças do governo da Nicarágua contra uma igreja na capital Manágua, onde estão entrincheirados dezenas de estudantes desde a tarde de sexta-feira, informou a Igreja católica.

"Fomos informados que temos dois mortos e vários feridos", declarou o cardeal nicaraguense Leopoldo Brenes, ao chegar aos arredores da igreja com o núncio apostólico, Stanislaw Waldemar Sommertag, para mediar a libertação dos estudantes.

O cerco à igreja da Divina Misericórdia, no sudoeste da capital, começou na noite de sexta-feira, depois de um ataque de policiais e paramilitares à Universidade Nacional Autônoma da Nicarágua (UNAN), ao lado do templo, para onde muitos estudantes fugiram.

mis/lda