Nove mortos em dois ataques no Ceará

Nove pessoas foram assassinadas a tiros entre sexta-feira e sábado em dois violentos ataques no Ceará, informou a Secretaria de Segurança do Estado.

Em uma das chacinas, quatro membros de uma mesma família - dois irmãos gêmeos de 25 anos, sua mãe, 48, e seu tio, 53 - foram executados na manhã de sábado na zona rural de Quiterianópolis (400 km de Fortaleza).

"Homens armados invadiram o local (onde moravam), levaram as vítimas até uma estrada e atiraram contra elas", destaca o comunicado.

Os três homens morreram no ato e a mulher foi levada a um hospital, onde faleceu.

Agentes da Polícia Militar e da Polícia Civil encarregados das investigações localizaram o veículo utilizado na chacina.

Em outro ataque, ocorrido na sexta-feira na localidade de Cafundó, município de Palmácia (70 km de Fortaleza), homens encapuzados executaram "com armas de fogo e golpes de objetos cortantes" cinco pessoas com entre 25 e 56 anos, sendo três da mesma família, que estavam caçando em uma área montanhosa.

Os corpos foram encontrados amarrados com cordas próximos a uma estrada. As investigações levaram à prisão de quatro suspeitos, segundo a Secretaria de Segurança do Ceará.

De acordo com o Atlas da Violência, publicado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o Ceará teve em 2016 uma taxa de 40,6 homicídios por cada 100.000 habitantes.

jm/lr