Dois belgas de origem iraniana detidos por planejar atentado na França

Um casal de belgas de origem iraniana foi detido no fim de semana em Bruxelas por estar preparando um atentado com explosivos contra uma manifestação de opositores iranianos na França, anunciou nesta segunda-feira a promotoria antiterrorista belga.

A polícia prendeu os dois acusados em um bairro de Bruxelas com 500 gramas de TATP, o mesmo explosivo usado nos atentados de Paris em 2015.

Os dois são suspeitos de ter preparado um atentado com bomba no sábado, em Villepinte, peto de paris, durante uma manifestação organizada pelos Mudjadines do Povo iraniano, um partido de oposição proibido pelas autoridades iranianas em 1981.

Duas personalidades ligadas ao presidente dos Estados Unidos Donald Trump assistiram um comício dos opositores: o ex-presidente da Câmara de Representantes Newt Gingrich e o ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani.

Além das 500 gramas de explosivo, as autoridades apreenderam um detonador.

Também foram realizadas revistas policiais em cinco localidades belgas.

csg/mla/eb/mb/cn