Operações de paz da ONU sofrem cortes no orçamento 2018-2019

Os membros das Nações Unidas chegaram a um acordo na madrugada deste domingo (1º) para destinar pouco menos de 7 bilhões de dólares às operações de paz para os próximos 12 meses - disseram fontes diplomáticas à AFP.

"Chegou-se a um acordo para cortes de 122 milhões de dólares com um orçamento de 6,689 bilhões de dólares", informou uma fonte que pediu para não ser identificada.

O orçamento aprovado no ano passado foi de 7,3 bilhões de dólares.

A ONU conta, hoje, com cerca de 100.000 capacetes azuis operando no mundo, em pelo menos 15 missões.

O acordo, que deve ser aprovado formalmente neste domingo pela Assembleia Geral, representa "122 milhões a menos" do que o recomendado por especialistas à ONU, comentou outra fonte diplomática.

O pedido inicial do secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, aos países-membros era de 7,268 bilhões de dólares.

As missões mais importantes e, portanto, mais exigentes do ponto de vista financeiro, são a Minus, no Sudão do Sul; a Monusco, na República Democrática do Congo; e a Minusma, em Mali. Cada uma custa mais de 1 bilhão de dólares.

Aprovado em dezembro, o orçamento operacional das Nações Unidas é separado do orçamento para as missões de paz.

prh/elm/ll/gv/val/tt