Ministro alemão pretende renunciar por desentendimentos com Merkel

Devido aos desentendimentos com Angela Merkel em relação às políticas migratórias, Horst Seehofer planeja renunciar dos cargos de ministro do Interior da Alemanha e de líder da União Social-Cristã (CSU) - partido aliado da sigla da chanceler alemã -, reporta a agência de notícias DPA.

Conforme a DPA, pessoas que estiveram presentes na reunião de líderes do CSU disseram que Seehofer planeja anunciar sua renúncia. Hoje mais cedo, membros do CSU haviam contado que, na avaliação de Seehofer, o acordo sobre imigração firmado pela União Europeia era "insuficiente", não atendendo as condições que ele havia proposto para adiar o fechamento das fronteiras alemãs.

Há duas semanas, o ministro havia dado um ultimato: Merkel teria 15 dias para negociar um acordo com a União Europeia que limitasse a chegada de imigrantes ao país.

Os últimos episódios têm levantado dúvidas sobre o futuro político de Angela Merkel. Ainda não estão claros os efeitos de uma renúncia de Seehofer sobre o governo.