Barco de migrantes 'Lifeline' poderá atracar em Malta

O barco humanitário 'Lifeline', atualmente na costa de Malta, poderá atracar na ilha e a Itália assumirá a responsabilidade por parte dos 233 migrantes a bordo, anunciou o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte.

"Acabo de conversar por telefone com (o primeiro-ministro maltês, Joseph) Muscat. O barco da ONG Lifeline atracará em Malta", afirmou, de acordo com um comunicado oficial, no qual explica que a Itália receberá "parte" dos migrantes.

Conte não explicou quando o barco poderá atracar em Malta, nem quantos migrantes seu país receberá, mas expressou o desejo de que "outros países europeus façam o mesmo".

O 'Lifeline' "será submetido a uma investigação para verificar a nacionalidade e o respeito à regras do direito internacional por parte de sua tripulação", informou Conte.

O 'Lifeline' é um barco de 30 metros de comprimento da ONG alemã de mesmo nome e com bandeira holandesa.

ljm/fio/pc-sgf/age/fp