Trump impõe nova tarifa de importação a produtos da China

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou hoje (15) a imposição de uma tarifa de 25% sobre importação de produtos chineses, no valor de US$ 50 bilhões. Vários produtos já começarão a ser taxados em 6 de julho.

A nova tarifa recai sobre 1.102 itens considerados "Made in China" e indústrias emergentes de alta tecnologia, como satélites, aeronaves, painéis LED e LCD, sismógrafos, microscópios, câmeras de TV e baterias de lítio. De acordo cm Washington, elas "levam crescimento econômico para a China, mas prejudicam o crescimento econômico dos EUA e de muitos outros países".

"À luz dos roubos de propriedade intelectual e de tecnologia que a China tem feito e de suas outras práticas injustas de comércio, os Estados Unidos irá implementar tarifas de 25% sobre US$ 50 bilhões de bens da China, que contenham tecnologias industrialmente significativas", afirmou o governo em um comunicado.

"Estas tarifas são essenciais para prevenir maiores transferências injustas de tecnologia e propriedade intelectual americana à China, além de proteger empregos nos EUA", completou.

Logo depois do anúncio, a China prometeu retaliar. "A China não quer uma guerra comercial, mas o lado chinês não tem a opção a não ser se opor fortemente a isso, devido ao comportamento míope dos Estados Unidos que afetará ambos os lados", disse o Ministério do Comércio em seu site.